Smog


De certeza que já ouviram falar do smog (smoke + fog). Este fenómeno é cada vez mais frequente nos dias de hoje sobretudo nas regiões desenvolvidas com grande movimentação de veículos que causam concentrações elevadas de oxido de nitrogénio, ozono, compostos orgánicos voláteis, aldeídos, monóxido de carbono, etc. O estado de São Paulo enfrenta uma situação de smog elevada, pois detem cerca de 40% da frota automóvel. Estas emissões para além de serem uma intrusão visual causam diversos problemas à saúde humana: mal estar; irritação dos olhos, garganta, pele; bronquite; asma; cancro dos pulmões. A sua coloração intensa e o mau cheiro causa repulsa e origina uma diminuição da segurança e aumento de acidentes de transito devido a redução de visibilidade. É importante alertar para esta situação já morreram muitas pessoas e podemos evitar este problema utilizando transportes públicos, andar a pé para curtas distancias, usar a bicicletas e outros transportes não motorizados e utilizar biocombustíveis e carros eléctricos se possível.